fbpx

ERP para e-commerce, tudo que você precisa saber sobre essa ferramenta de gestão indispensável

Mulher trabalhando em laptopOs ERP para e-commerce são ferramentas que auxiliam o gestor na administração facilitada de processos, agilizando registros e consultas de dados de clientes, produtos, estoque e pedidos. Por isso, são umas das tecnologias mais úteis para e-commerces e na otimização do seu tempo.

Dessa forma, você já percebeu que um sistema ERP garante uma série de vantagens e benefícios para você e para seu e-commerce. Então, continue essa leitura para conhecer mais sobre os ERP para e-commerce, o que são, para que serve esse sistema, e quais são os melhores do mercado!

O que é ERP e para que serve no seu e-commerce?

Celular com acesso em loja virtual

O ERP é uma sigla que vem do inglês e significa Enterprise Resource Planning, ou Planejamento dos Recursos da Empresa, em português. Contudo, ele é mais conhecido como Sistema de Gestão.

De forma básica, é um sistema cujo principal objetivo é gerenciar uma série de atividades relacionadas a:

-Estoque;

-Pedidos;

-Financeiro;

-Emissão de notas fiscais;

-Frente de caixa;

-Integrações com marketplaces e muito mais.

Logo, o ERP é um sistema de gestão empresarial criado com o intuito de facilitar o fluxo de dados das rotinas de um negócio. Assim, otimiza diversos setores dentro da empresa, como por exemplo, a tomada de decisões, redução dos custos e tempo em cada processo.

Fazer todas as atividades que o ERP desempenha no seu e-commerce é fundamental para a gestão da sua operação, e ter um sistema para cada função pode ser um grande desafio e ainda há maiores chances de cometer erros.

No entanto, quando todos esses dados estão reunidos em um único sistema, tudo fica muito mais simples e fácil.

Vantagens de utilizar ERP na sua operação

Mesa de trabalho

Não há dúvidas de que os ERP tem sido cada vez usados nos e-commerces.

Como já dissemos, eles têm inúmeros benefícios e vantagens para diferentes setores da sua operação. Por isso, vamos abordar cada um deles logo abaixo.

1.Gestão financeira

A área econômico-financeira do seu e-commerce é extremamente importante para os sucesso e alavancagem dele, por isso, é importante ter acesso e controle facilitado desses dados.  

Com os relatórios de vendas que um sistema ERP oferece, é possível obter relatórios personalizados, realizar projeção real dos lucros nos meses que ainda estão porvir e analisar os meses passados.
Dessa forma, você consegue ter um melhor controle financeiro, principalmente, se sua operação também trabalhar com Marketplaces, onde é necessário controlar os preços e recebimentos de cada plataforma.

A partir desse controle e facilidade de acesso a dados financeiros, você pode se beneficiar ao acompanhar e otimizar os gastos e entradas.

2.Emissão de notas fiscais

À medida que sua operação começa a expandir e realizar cada vez mais vendas na loja virtual, a emissão de notas fiscais começa a ser um processo mais demorado.

Afinal, com poucos pedidos é possível emitir as notas manualmente, porém com uma grande quantidade se torna um processo demorado e passível de erros, além de ser necessário colocar uma pessoa exclusivamente para essa função.

Com um sistema ERP, isso não será um problema, pois você poderá emitir notas fiscais com mais eficiência nos processos.

Assim, você não perde tempo no controle de dados, além de ter maior eficácia na emissão, não importa se são notas eletrônicas ou fiscais.

Para que a sua loja virtual continue a expandir, é vital que você tenha mais eficiência nos processos, sem perder tempo no controle dos seus dados. Tudo o que precisa é configurar o sistema e inserir apenas uma vez a tabela de impostos.

Então, o sistema irá calcular de forma automática as taxas referentes a cada produto que vender, para emitir assim as notas fiscais de um modo muito mais prático e fácil.

Esse processo, em outras plataformas, pode demorar cerca de 15 minutos para ser feito. Já com um sistema ERP no seu e-commerce, não leva mais do que um minuto para emitir as notas fiscais e já poderá começar a embalar seus produtos para enviá-los. 

3.Controle de estoque

A gestão do estoque é fundamental para manter os principais produtos da sua loja virtual sempre disponíveis, entender e mapear estoque mínimo, estabelecer uma política de ressuprimento eficaz e manter um estoque enxuto e sem capital parado.

Logo, um software ERP no seu e-commerce, pode ajudar nessa gestão de várias formas, como por exemplo, mostrando o histórico do produto, quantidade disponível, estoque reservado para pedidos a serem despachados e outros.

Então, uma das principais vantagens em relação ao sistema ERP é a opção de obter um controle mais eficaz e prático do seu estoque e de suas vendas.

Portanto, caso tenha como base os relatórios obtidos com as vendas, você poderá ver quais são os produtos que têm uma maior demanda. Com esse tipo de informação, você poderá ajustar as suas compras para suprir a necessidade da sua loja virtual.

Assim como você também pode registrar as vendas feitas por meio do seu e-commerce pela plataforma de loja virtualou por locais de vendas físicas, caso tiver algum, e até mesmo as vendas através de Marketplace.

Essa integração de estoque entre vários canais através do ERP para e-commerce, impede que um produto seja vendido duas vezes e só se descubra na hora de enviar os pedidos.

Entao, utilizando o ERP você terá um controle muito maior sobre o estoque, bem como quais produtos são vendidos e em quais canais de vendas.

4.Emissão de relatórios

Para qualquer negócio, é importante acompanhar e analisar os resultados. Mas, com a escalabilidade do seu e-commerce, pode começar a ser difícil acompanhar e alimentar as planilhas de excel e, ao longo do tempo, isso pode causar prejuízos para a sua operação.

Porém, com um sistema de gestão que oferece relatórios da sua operação, fica muito mais fácil agrupar os dados e fazer essa análise.

Assim, você poderá otimizar os seus processos e aumentar a produtividade do seu e-commerce.

5.Centralização de informações sobre seu e-commerce

Como você já sabe, independentemente do tamanho do seu e-commerce, o fluxo de informações e dados precisa ser controlado.

Fazer isso de forma manual ou com um sistema para cada função pode ser mais lento e ainda gerar problemas. Porém, com um sistema ERP, ele centraliza todas essas informações em um único local.

Dessa forma, todo o fluxo dos dados de seu negócio fica mais claros, além de poder compartilhar de modo simples e rápido. Uma outra vantagem em unificar essas informações é eliminar a duplicidade de dados que, na maioria das vezes, atrasa mais o trabalho.

De maneira básica, reunir todos os dados de seu negócio em apenas um sistema significa menos retrabalho. Você não desperdiça tempo a procura de dados, pois eles já estão no sistema ERP.

O gestor de e-commerce ganha mais produtividade no seu dia a dia, para que possa dedicar o seu tempo a outras tarefas. Mais produtividade, por sua vez, significa mais melhorias para sua operação e mais ganhos financeiros.

E como já dito, um sistema ERP também alimenta a necessidade de diferentes plataformas, pois tudo fica apenas em um sistema. Assim também auxilia a diminuir os gastos com diferentes fornecedores de tecnologias.

Como escolher o melhor ERP para seu e-commerce?

Relatório de Análises e teclado

Agora você já sabe quais são as principais vantagens de usar um sistema ERP em seu e-commerce. De forma resumida, ao planejar os recursos de seu negócio com a ajuda de um sistema de gestão integrado é possível obter uma visão mais ampla e assertiva dos processos.

Contudo, com tantas possibilidades do mercado, é possível ter dúvidas sobre como escolher o sistema ERP mais adequado para seu e-commerce. Então, confira logo abaixo quais são os critérios que você deve analisar ao escolher um ERP para e-commerce.

1.Funcionalidades de um ERP

Um ponto que é essencial ficar de olho quando for escolher um ERP são as funcionalidades do sistema. Cada um oferece algumas funções e recursos diferentes, então você deverá compará-los.

Pode ser útil utilizar as funcionalidades que citamos acima e comparar com as outras necessidades que seu e-commerce pode ter em um ERP. Sendo assim, independente de quantos recursos o sistema forneça, é preciso que ele seja capaz de sanar o que sua operação precisa.

2.Custos de um sistema de gestão

Não se esqueça de levar em conta os custos ao escolher um sistema ERP. Por melhor que ele seja, você precisa analisar se cabe dentro do seu orçamento. Leve em conta o valor de mensalidade e implantação. 

3.Escalabilidade da sua operação e do ERP

Caso o seu e-commerce seja novo e pequeno, então um sistema mais simples atenderá suas necessidades. Isso não quer dizer, porém, que você não poderá continuar usando esse mesmo sistema conforme o seu negócio for crescendo.

Por isso, outro ponto que você deve analisar quando for escolher um sistema ERP é a sua possibilidade de crescer junto com o seu e-commerce, ou seja, a capacidade de escalabilidade do sistema.

Sendo assim, de acordo com o tamanho da sua empresa e estrutura, é essencial que o sistema permita que você mude de plano, caso seja preciso. Dessa forma, você terá a opção de incluir novos recursos e serviços ao seu pacote inicial.

O lado positivo de um sistema escalável é que você não precisará trocar de sistema se necessário, apenas adaptar o plano atual para suprir suas necessidades.

Para aqueles que estão começando agora, então o ideal é investir em um software mais simples e acessível. Porém, que ofereça a opção de alterar o plano para atender as novas necessidades do seu e-commerce, conforme for expandindo.

4.Suporte oferecido

Escolher uma plataforma que ofereça suporte é de suma importância, em todos as etapas, desde a aquisição até a implementação. Afinal, é comum que surja algumas dúvidas e problemas, por isso o contato com o atendimento é fundamental.

Dessa forma, é essencial escolher um ERP que seja seguro, confiável e ofereça um SAC de fácil acesso e que seja responsivo.

Também fique atento quanto a reputação da empresa, você poderá ver as redes sociais para saber o que os clientes estão falando sobre o serviço. Esse detalhe faz a diferença total, pois podem ocorrer problemas período de implementação ou migração do ERP e durante o uso dele e você estará certo de que escolheu a melhor opção.

5.Facilidade de implementação

Para complementar a dica acima, a facilidade de implementação também deve ser levada em conta ao escolher uma plataforma ERP para o seu e-commerce. Pois, se você já utiliza um e está migrando, é necessário que a migração seja rápida e segura, assim como a implementação.

Portanto, quando for escolher um sistema ERP, lembre-se de procurar por um que seja mais acessível, de fácil implementação e que ofereça o suporte necessário.

6.Integração a plataformas e marketplaces

A integração de um sistema ERP com plataformas e marketplaces é essencial para unir todos os meios de gestão da loja em apenas um lugar. Assim, não será preciso mais ter inúmeras planilhas, documentos e relatórios.

Pois, todos os dados importantes para os processos da sua empresa estarão reunidos em um único local de fácil acesso.

Dessa forma, será mais fácil administrar o seu negócio e, por isso é vital ter um sistema que ofereça essa integração completa.

5 Melhores ERP para e-commerce 2021

Mas, afinal, quais são os melhores sistemas ERP para e-commerce? Bem, no mercado há uma série de sistemas ERP, mas há alguns que são melhores do que outros e atendem a todos os requisitos citados acima.

Sendo assim, confira logo abaixo algumas das melhores opções de sistemas ERP para e-commerce:

Bling;

-Conta Azul;

Tiny;

-eGestor;

-TagPlus.

Conclusão

Relatório de Análises

Viu só como um sistema ERP pode ser um grande aliado para o seu e-commerce? Como visto nesse conteúdo, esse sistema é responsável por unificar uma série de processos e negócios da sua empresa para tornar a gestão mais fácil e eficaz, permitindo que você tenha mais tempo disponível para projetar o crescimento do seu e-commerce.

O sistema de ERP para e-commerce são indispensáveis para todos os nichos, e é essencial contar com um bom sistema para otimizar os processos e evitar erros cometidos por realizar atividades de modo manual.

Por fim, o que achou desse conteúdo? Ainda ficou com alguma dúvida? Deixe então o seu comentário!

Confira também

Quer receber mais conteúdos como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por e-mail e fique por dentro de todas as novidades do mundo do e-commerce!

Ge-commerce - Todos os direitos reservados